Stabtec

O Sistema STABTEC consiste na mistura mecânica e monitorada de aglomerantes em pó com solos moles(argilas orgânicas, turfas, solos dragados, solos moles contaminados, etc...) sempre em condição de solos saturados, submersos no lençol freático local, com a finalidade de gerar estabilização da massa, capacitando-a a absorção de tensões devido a carregamentos, inadmissíveis no caso da situação natural.

Stabtecs

Materiais:

Os materiais utilizados para a consolidação dos solos moles são basicamente aglomerantes sêcos em pó. Sendo de um só tipo ou composto por dois ou mais aglomerantes.

A definição do aglomerante depende de ensaios preliminares que devem ser desenvolvidos em função de tipo de solo a ser tratado e da resistência que se deseja. É comum determinados tipos de aglomerantes ficarem inértes em solos agressivos, pois eventualmente impedem a reação do mesmo com a água intersticial do solo.

No caso de solos agressivos ou mesmo contaminados, o Sistema STABTEC poderá, se avaliada a situação previamente, resolver tanto o problema de estabilização da massa de solo, quanto a sua descontaminação.

Assim, os tipos de aglomerantes poderão variar segundo seus princípios e características, podendo ser à base de: cimento (com ou sem pozolana); cal; fly ash; escória de alto forno; fibras vegetais; mistas.

Stabtecs
  • Equipamentos e Utensílios Utilizados
  • Escavadeira Hidráulica, tipo CAT 330.
  • Multimisturador ALLU PM.
  • Alimentador de Aglomerante ALLU PF com câmara dupla.
  • Sistema de Aquisição de Dados e Monitoramento ALLU DAC.

Processo de Execução

Após a fase de estudos e definido o aglomerante, estabelece-se os parâmetros da mistura, como consumo de material, pressão e vazão do ar comprimido como veículo de transporte do aglomerante.

Em campo é necessário se criar aterros de ponta ou de conquista, que garantam o suporte e locomoção, principalmente da escavadeira, até a borda ou bolsão de solo a ser tratado.

O Multimisturador com 6,0 metros de comprimento, acoplado ao braço da escavadeira, recebe através de mangote conectado, o aglomerante em pó, que é injetado no solo com auxílio de ar comprimido, através de bicos injetores dispostos em pás rotativas, que promovem simultânea mistura do aglomerante com o solo mole.

O aglomerante em pó é armazenado em tanques pressurizados, sobre esteiras hidráulicas, denominados de Alimentadores de Aglomerantes, é bombeado até o multimisturador em dosagens previamente estabelecidas na fase de análise do projeto.

O conjunto de alimentação possui dois tanques independentes para evitar paralisações dos serviços, pois permite que enquanto um deles seja abastecido, o outro continua o bombeamento do pó junto ao Multimisturador.

Todo o processo de dosagem, bombeamento e mistura do aglomerante com o solo mole é controlado pelo Sistema de Aquisição de Dados (DAC), que instalado na cabine de comando da escavadeira, informa em tempo real, o desempenho do serviço em execução. Permite, inclusive, alguma alteração ou ajuste que se faça necessário durante a execução.

Assim, o operador da escavadeira, capacitado também como técnico de injeção, controla todo o serviço, bem como a locomoção dos tanques alimentadores, que acompanham a escavadeira, junto aos pontos de aplicação do tratamento.

Os serviços de estabilização de solos moles, é executado por áreas de 4,0m x 4,0m, com sua respectiva profundidade, que é de no máximo 6 metros, tudo ajustado no Sistema de Aquisição de Dados, que estabelece os procedimentos de controle dos serviços.

A mistura do solo mole com o aglomerante, é executada em movimentos contínuos e repetitivos, descendentes, ascendentes e laterais do Multimisturador no interior do solo mole.

A capacidade produtiva do equipamento é de até 800m³ por dia.



Clique nas imagens para ampliar

A estabilização de massa é um método de consolidação de solos moles saturados, em profundidades medianas. Esse método também pode ser usado no processo de remediação ou no confinamento de materiais contaminados, com resultados rápidos e de boa relação custo-benefício.

O Sistema Stabtec® se forma da mescla mecânica e monitorada de aglomerantes secos em pó com solos moles saturados (turfas, argilas orgânicas, solos dragados, solos moles contaminados) e submersos no lençol freático local, com a finalidade de gerar estabilização da massa, capacitando-a a absorção de tensões devido a carregamentos, inadmissíveis no caso da situação natural.

PRINCIPAIS MATERIAIS UTILIZADOS NO STABTEC

Os materiais utilizados no Stabtec para a consolidação dos solos moles são basicamente aglomerantes secos em pó, que podem ser de único tipo ou composto por dois ou mais aglomerantes. 

A definição do aglomerante que será utilizado, depende de ensaios preliminares, que devem ser desenvolvidos em função de tipo de solo a ser tratado e da resistência que se deseja. É comum determinados aglomerantes ficarem inertes em solos agressivos, pois a sua reação pode ser comprometida em contato com a água intersticial contaminada do solo. 

No caso de solos agressivos ou mesmo contaminados, o Sistema Stabtec poderá, se avaliada a situação previamente, resolver tanto o problema de estabilização da massa de solo quanto a sua descontaminação. 

Assim, os tipos de aglomerantes poderão variar segundo seus princípios e características, que podem ser à base de cimento (com ou sem pozolana), cal, escória de alto forno, fibras vegetais, mistas, entre outros. Os equipamentos para execução do Stabtec são:

  • Escavadeira Hidráulica, tipo CAT 330;
  • Multimisturador ALLU PM;
  • Alimentador de Aglomerante ALLU PF com câmara dupla;
  • Sistema de Aquisição de Dados e Monitoramento ALLU DAC.

KELLER TECNOGEO: EMPRESA ESPECIALIZADA NA TECNOLOGIA STABTEC

A Keller Tecnogeo executa a estabilização de massa com Stabtec e oferece prestação de serviços de excelência, através do uso de tecnologias de vanguarda. A empresa visa sempre a máxima qualidade, além da racionalização e otimização de recursos para atingir as expectativas de seus clientes e parceiros.

Atuando com mão de obra qualificada, a Keller Tecnogeo emprega modernos equipamentos em suas obras e projetos em todo o território nacional, além de se manter focada em sustentabilidade.