Parede Diafragma - Estaca Barrete

A execução da parede diafragma / estaca barrete é precedida da execução da mureta-guia, em concreto armado, na cota do terreno e sempre acima do nível do lençol freático.

As fases de execução são: execução de mureta-guia, escavação do terreno com clam-shell até a cota estabelecida em projeto, o preenchimento progressivo com lama bentonítica ou lama polimérica, colocação da armadura em módulos e concretagem submersa, feita de baixo para cima, executada através do tubo “tremonha”, instalado na cota de ponta de parede.

CARACTERÍSTICAS:

A parede diafragma é uma estrutura de concreto construída em trechos com largura de 2,50m ou 3,20m, chamadas lamelas, em trincheiras com espessuras variando de 30cm a 120cm. As lamelas são escavadas com ferramentas especiais chamadas clam-shells.

Uma lama de suporte com propriedades tixotrópicas especiais estabiliza as paredes da lamela durante o trabalho de escavação. Em seguida, a gaiola de reforço pré-montada é instalada, usando um dispositivo de elevação adequado, guindaste de apoio. A lamela é concretada com o uso de tubos tremonha de baixo para cima. No decurso da concretagem, a lama é bombeada e reciclada.

O muro de concreto armado, assim construído, cumpre duas funções: atua como uma parede de suporte permanente e em algumas vezes, como um elemento de fundação. Outras utilizações da parede diafragma incluem paredes para “shafts” e cut-off walls.

Parede Diafragma - Estaca Barrete
Parede Diafragma - Estaca Barrete
Parede Diafragma - Estaca Barrete
Parede Diafragma - Estaca Barrete
Estacas Escavadas de Grande Diâmetro